Visita Pombo-correio de Malta

Por três semanas tivemos a companhia de um pombo correio que chegou e ficou andando no píer onde estávamos atracados. Estava cozinhando e de repente ele surgiu e colocou a cabeça para dentro da gaiuta… Levei um baita susto. Achamos que poderia estar com fome e o Renato o alimentou com milho de pipoca e água e ele se esbaldou.
Depois foi também no barco do Bert e da Ute, nossos amigos alemães e lá também entrou na gaiuta e os escolheu para fazer seu breakfest diário. Acabou sendo também batizado… Seu nome é Ema.
Todos os dias víamos a Ema com seus passinhos curtos andando pra lá e pra cá. O Renato verificou na anilha dela (local, ano, código) e soubemos que era de Malta, uma ilha acerca de uns 200 quilômetros daqui. O Bert, nosso amigo alemão, buscou na internet e avisou um site sobre a presença do pombo correio e eu achei um site Português e também escrevi a eles mandando os dados da Ema, mas em nenhum dos casos tivemos retorno.
Estávamos já falando da Ema nas conversas entre os velejadores, acostumados com a presença dela e eis que um belo dia, o Bert e a Ute já haviam saído da Marina rumo à Grécia, o Renato foi colocar a comida e água e vimos que ela não comeu e ficamos esperando nos dias seguintes e ela se foi… Não sabemos se para um voo perto ou se retornou ao seu dono.
Nunca havia visto um pombo correio de perto e pesquisando vi que eles são muito bem treinados, tem  ótimo senso de orientação, quando estão cansados ou desorientados costumam parar para se reestabelecer em até quatro dias mais ou menos e depois retomam seu caminho de volta para casa. No Brasil não tenho conhecimento, mas aqui na Europa há várias competições e associações dos criadores de pombos-correio.
Com essa história lembrei de uma música que você já deve ter ouvido…chamada Pombo-correio, não sei direito se de autoria do Alceu Valença ou do Morais Moreira, que diz assim:

Pombo-correio voa depressa
E essa carta leva para o meu amor
Leva no bico que eu aqui fico esperando
Pela reposta que é pra saber
Se ela ainda gosta de mim

Pombo-correio se acaso um desencontro
Acontecer não perca nem um só segundo
Voar o mundo se preciso for
O mundo voa mas me traga uma notícia boa

Pombo-correio voa ligeiro
Meu mensageiro e esta mensagem de amor
Leva no bico que eu aqui fico cantando
Que é pra espantar essa tristeza
Que a incerteza do amor traz

Pombo-correio nesse caso eu lhe conto
Por essas linhas a que ponto quer chegar
Meu coração o que mais gosta
Voltar pra mim seria assim a melhor resposta

1.043 dias morando a bordo, invernando em Roccella Iônica, Calábria, sul da Itália 🇮🇹 Dias 21 a 30 de abril de 2019.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #svphareanaitalia🇮🇹. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Visita Pombo-correio de Malta

  1. Anselmo Oliveira disse:

    Caríssimos Amigos,
    Que maravilhoso é estar participando e poder comentar em seu “Diário de Bordo”.
    Encontrei quem são os compositores da música, Pombo Correio. Segundo o site Letras de Músicas, esta composição pertence a Dodô, Moraes Moreira e Osmar.
    Inclusive, lá tem outra letra sobre Pombo Correio, com o Nelson Gonçalves. Vale a pena escutar.
    Um grande abraço para todos.
    Fonte: https://m.letras.mus.br/moraes-moreira/47522/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s