33 dias numa travessia do Oceano Atlântico

 Enfim a chegada do Renato, já era madrugada de quarta, 28 de fevereiro. Fomos esperá-lo no Aeroporto em Porto Alegre, RS e lá veio ele bem magro e bronzeado… com um belo sorriso no rosto que se confundia com seu ar cansado.

Agora já podemos saber como foi esta longa travessia, a mais longa que os velejadores de cruzeiro costumam fazer. Até mesmo o comandante do veleiro Chulugi não tinha feito uma tão longa, embora já navegue há muitos anos. A jornada se inicia com a arrumação da embarcação e dos suprimentos tanto alimentação como reparos, peças sobressalentes e combustível. Tudo isso foi tratado dias antes da saída, pois é uma tarefa obrigatória ao se lançar ao mar por tantos dias.

     

É imperativo traçar o rumo a ser perseguido, considerando as condições climáticas e as correntes marítimas do percurso. Nesta caso a opção foi por uma rota não muito usual, saindo quase em linha reta do Rio de Janeiro (Ilha Grande) em direção à Cape Town. Também foi feita a divisão das tarefas e dos turnos e a checagem de tudo se preparando para atacar e resolver qualquer tipo de imprevisto que viesse a ocorrer,  uma vez que não há a opção de parar… somente seguir.

Os turnos foram de 3 horas, das 18 às 09:00 horas, revezada entre o comandante e os dois tripulantes. A saída ocorreu dia 20/02, domingo, e já de cara pegaram um forte vento que agitou o mar e deixou a Joana e o Marcel mareados. O Renato ficou bem e muitas vezes fez o turno dos mareados nos dois primeiros dias. Durante o percurso tinham somente uma refeição quente no almoço, o desjejum e a janta eram frios. Não se lavou roupa, tanto  por não haver está necessidade, quanto por ser incomodo este serviço na travessia.

Os ventos se revezavam e da mesma forma as condições do mar. Tendo neste período recebido os diversos ventos, das mais variadas posições e também deslizado em mar calmo e noutras vezes surfando em mar agitado. Num longo período assim é possível experimentar um pouco de cada situação. O mar torna-se uma extensão do barco, mostra-se exeburantemente azul e às vezes se confunde com o céu no horizonte. As estrelas, em fase de lua nova, dão um show à parte, riscando o céu com os rastros das estrelas cadentes. A temperatura estava agradável, ficando sempre entre 18 e 26 graus centígrados. Como o barco tinha dessanilizador, tomavam banho com água dessanilizada no cockpit.

Os equipamentos utilizados a bordo para comunicação foram: o SPOT e Iridium, todos com funcionamento via satélite, permitindo informar latitude e longitude diariamente e acompanhar a previsão do tempo para ajustar o rumo ao longo da travessia.

A esperada Terra a Vista só aconteceu a umas 60 milhas da África do Sul, no mesmo dia da chegada e foi uma alegria imensa que acelerou ainda mais a vontade de chegar em terra firme, tomar aquela ducha e sair para comer algo que por muitas noites esteve no pensamento da tripulação. Nos dias seguintes conheceram alguns pontos turísticos de Cape Town, como a parte mais charmosa da cidade, o Waterfront, o Two Oceans Aquarium que reúne mais de três mil espécies dos oceanos Atlântico e Índico, que se unem no extremo sudoeste do continente africano, onde está o famoso Cabo da Boa Esperança. Foram também a Long Street, o centro velho da cidade é suas edificações antigas.


     

Agora a travessia está na bagagem do Renato e muito nos ajudará em nossos próximos passos. Agradecer faz parte desta jornada, ao Chulugi e sua tripulação e a Iemanjá, rainha do mar. Namastê 🙏🏼

Dias 445 a 455. De 26 de fevereiro a de 2018 a 08 de março de 2018. Retorno da África do Sul para Capão da Canoa, RS.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em Skipper 30. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s