Comemorações, despedidas e reencontros. Assim é a vida no mar.

 Permanecemos ainda na Prainha do Cantagalo, ou ainda na República dos Velejadores ou ainda na Praia dos Vagabundos, sobretudo porque aqui se encontram vários amigos velejadores e daí fica difícil partir.
Tivemos alguns dias de tempo chuvoso, que cá entre nós, não são nossos favoritos, pois limitam um pouco as atividades externas. No dia 23/08, o tempo melhorou e sob a orientação do Tasso, do Tutatis, jogamos vôlei de praia e depois fizemos almoço comunitário na prainha, onde cada um leva um prato, o forte foi a feijoada da Socorro, também do Tutatis. A noite nos reunimos para um happy hour, onde? No Tutatis e estava muito gostoso. Nós levamos uma focaccia e a Socorro fez um pão com molho de queijos, tipo um fondue muito saboroso. Aprendemos a saborear aguardente com frutas, um jeito diferente de tomar uma pinguinha.No dia seguinte nosso gentil amigo Murilo, do Alquimia, nos ofereceu carona para as compras no supermercado e acabamos estendendo e almoçando no La Luna, em Jabaquara, na companhia do Carlão e da Gisele, que conhecemos na casa da Paula e do Fernando, do veleiro Andante. Tivemos um ótimo dia e em muito boa companhia.

No dia 25, sexta, tivemos novamente vôlei de praia e a convite do amigo Denilson, do Vela e Aventura, jantamos na Marina 188, na companhia de seus clientes de Charter e depois fomos para a Igreja do Rosário, curtir uma apresentação de violoncelo, muito show!!

Sábado (26) aconteceu o Encontro do #SAL, com umas 120  pessoas, todas falando de vela, navegação e dos planos, uns ainda em busca de um veleiro, outros planejando viagem, enfim foi ótimo e tivemos a oportunidade de conhecer várias pessoas e saber da experiência do Adriano e da Aline, de como estão se sentindo morando a bordo do veleiro Brutus.

No domingo teve churrasco na praia com os amigos e os novos que conhecemos no Encontro do #SAL na noite anterior. O Weber do Acauã tocou a churrasqueira, muito bem como sempre e ainda tivemos duas costelas de chão, do italiano Alessandro, que ficou encantado com as costelas de chão feitas no niver do Renato e desde então pediu que ele é o Weber fizessem para ele também.

O almoço foi até altas horas, com direito a parabéns para a Priscila do veleiro Beijupirá, que estava aniversariando e com direito a fogueira, onde ficamos todos sentados ao redor e um por um falou um pouco de si e de seus sentimentos sobre estar ali curtindo aquele momento especial. Dia maravilhoso, contamos 22 botes de apoio na praia e o Renato fez um belo vídeo com o drone, com destaque para o Zéfiro com o balão aberto.

Na Segunda (28) recebemos brevíssima visita do Herman, do veleiro Oceanware, que ainda não havíamos encontrado após nosso retorno. Nos convidou para uma pizza a noite e foi um sucesso, super saborosas e muito bem preparadas por ele, que manda super bem na cozinha, acompanhadas de bom vinho da Serra Gaúcha.
Na Terça (29) o Tutatis seguiu seu rumo, começou sua subida em direção ao Rio de Janeiro. Tivemos uma ótima convivência com o casal Tasso e Socorro, divertida e com muitos aprendizados, valeu muito!

Na quarta (30) foi a vez do Acauã seguir para a Urca, no Rio de Janeiro, mas antes disso, no dia anterior fizemos aquele churrasco de despedida na prainha, com o seu Domingos, cuidador da prainha e o pessoal dos veleiros Speranza, Zéfiro, Brutus, Jalan (franceses) e Curumim. Muito bom passar o dia com pessoas queridas pelas quais temos afinidades.

Na quinta (31) foi dia de lavar roupa no tanque da prainha, descemos pela manhã e enquanto lavei as roupas o Renato abasteceu o barco de água e lavou nossa churrasqueira. 

Dia 1 de setembro, decidimos começar o mês com um churrasco a bordo de Relax, para também nos despedirmos dos amigos que ficam ancorados na prainha, vieram as tripulações do Zéfiro, do Speranza, do Jalan e o Curumim. O churrasco estava animado, com boa conversa, risadas e assim nos despedimos no fim da tarde.

Muito bom ter a liberdade de estar aqui e desfrutar a companhia de tantas pessoas bacanas nestes últimos 14 dias, que foram maravilhosos e de agradável convivência. Namastê 🙏🏼

Dias 248 a 262 morando a bordo, de 19 de agosto a 1 de setembro de 2017. Baía de Paraty, RJ.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em Morando no Veleiro Relax ⛵️, Skipper 30 e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Comemorações, despedidas e reencontros. Assim é a vida no mar.

  1. Vera Rodrigues disse:

    Sempre delicioso viajar nas suas histórias. ❤❤❤❤😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s