Dias 210, 211 e 212, 12, 13 e 14/07/17 – Saco do Bom Jardim, Marina Cais de Pedra

Estávamos pernoitando na Ilha Anchieta, mas a ondulação lateral estava bem acentuada e a meia noite o comandante se levanta e decide por seguir viagem. Puxou o ferro e seguiu rumo a Paraty. O percurso foi de 49 milhas náuticas, feitas em oito horas, motorando face à falta de vento.     Chegamos e fundeamos no Saco do Bom Jardim, enseada linda, bem próxima a Paraty, onde já estivemos muitas vezes. O Renato detectou vazamento no tanque de água doce, similar ao que tivemos quando subimos de Antonina em 2016. Como nesta subida pegamos ondas com intervalo muito curtos e consequentemente bateu muito a proa, a resina colocada anteriormente soltou e passamos nosso primeiro dia de volta à vida a bordo, secando os paineiros e fazendo a manutenção do tanque. Nem tudo são flores e isso faz parte da rotina de manutenção. O Paisano, dos queridos Artur e Helena estavam a nossa espera, durante os meses que ficamos em Itajaí, tivemos contato constante e aqui nos chamaram para ir para a Marina Cais de Pedra, em frente à Ilha do Araújo, com direito a desembarque, banho, abastecimento de água doce e se não bastasse um excelente jantar, preparado pelo chef Artur, um delicioso entrecôte acompanhado de pimentão vermelho ao queijo, uma receita uruguaia que agradou a todos! O Paisano nos apresentou a tripulação do veleiro Maleva, que estava à caminho do Bracuhy, conversando soubemos que o Emilio conhece o Eloiz, velejador lá de Mostardas, RS, que tivemos o prazer de conhecer em Antonia, PR. É incrível como no mundo da vela a gente sempre conhece alguém que se conecta com algum conhecido da gente.

Chegar onde queremos é bom e ser recebido com tanto carinho e atenção é algo somente proporcionado por bom amigos, obrigada queridos!

Passamos a quinta-feira pela Marina e o Artur nos levou à lavanderia em Paraty e nos apresentou a Livraria das Marés, bons livros, um café e espaço externo para leitura, super agradável, maravilhosa, diga-se de passagem. Depois fomos ao Café Margarida, que serve também almoço e jantar e tem pães especiais, estilo europeu, uma delícia. Encontramos Paraty acelerada, com seus muitos turistas vagueando pela cidade e também nas embarcações tipo saveiro e escunas. Nem precisa dizer que nos encantamos com as belas paisagens daqui e o mar verde esmeralda que torna tudo muito harmonioso.
A tripulação do Paisano está indo para o sul e nos chamaram novamente para um jantar a bordo, que como sempre estava ótimo regado a vinho e uma boa conversa, dessas que deixa saudades.
Na sexta nos despedimos e rumamos para o Saco do Bom Jardim e o dia estava perfeito, quente, ensolarado, me senti feliz por ter saído do frio que está fazendo no sul.

Estar aqui é uma conquista e nos permitir estar aqui, a parte de tudo o que acontece em nosso país, neste momento é a nossa melhor escolha. Namastê 🙏🏻

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em Morando no Veleiro Relax ⛵️. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Dias 210, 211 e 212, 12, 13 e 14/07/17 – Saco do Bom Jardim, Marina Cais de Pedra

  1. Imagens lindas e desconhecidas até então. Parabéns !!

  2. Vera Rodrigues disse:

    Desde o dia que saíram já fiquei com saudades. Muito bom poder acompanhá-los sempre, mesmo que a distância. ⛵⛵⛵😍😍😘😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s