Barbearia na Turquia, ótimo serviço!

Depois de tanto tempo cortando o cabelo do Renato (o meu cabelo e o pêlo da Bella) em função do Covid 19, aqui na Turquia o Renato se libertou e foi a uma barbearia. Há muitas delas, umas próximas às outras, pois aqui os homens geralmente usam barba e bigode e tem o hábito de mantê-la na barbearia com um bom corte. Pois bem, encontramos uma delas, o Renato sentou na cadeira, explicou como queria (em inglês) e o barbeiro começou a cortar com uma prática invejável deslizando rapidamente a tesoura pelo cabelo do Renato.

Corte feito, passou a fazer a barba. Primeiro cortou com a máquina, depois passou um pincel bem farto de espuma, seguido do uso de uma navalha, como há muito não víamos. Ir ao barbeiro aqui é um ritual, inclui massagem, cremes e locão pós-barba e o toque final fica por conta de uma longa haste de madeira com algodão nas duas pontas que o barbeiro as acende com fogo e passa pela entrada do ouvido e junto à entrada do nariz para queimar os pelos grandes e indesejáveis que teimam em nascer por ali. Quando estávamos ainda na Tunísia, havia lido que os muçulmanos não descuidam dos cuidados com a barba e pelos pelo corpo, conforme recomenda o Alcorão. O visual ficou super moderno, com um topete bem sinalizado e na verdade creio que não ficou como o Renato gostaria, mas de qualquer forma curtimos esta ida na barbearia e nos rendeu muitas risadas.

Já tínhamos percebido que as pessoas achavam que o Renato era Turco, no restaurante ou no táxi por exemplo, mas creio que é o seu biotipo, barba, nariz alongado e porte atlético, mas sempre que perguntam ele responde: No, sorry, I’m Brazilian! Namastê!

Dia 04 de outubro de 2021. Morando a bordo da SV Pharea em Bodrum, Turquia 🇹🇷

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #Svphareanaturquia. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Barbearia na Turquia, ótimo serviço!

  1. Mario Sérgio Sedrez disse:

    Olá. Obrigado por compartilhar.
    Acho que ter uma aparência de turco na Turquia é legal. Só não pode ter essa aparência em países os turcos não são bem vistos.
    Independente do que falei acima, achei legal essa experiência na barbearia turca, pois cada barbeiro tem suas habilidades.
    Também acho que como os chefes de cozinha, os garçons, os pandeiros e tantos outros profissionais tem suas maneiras de fazerem as coisas.
    Mais uma coisa aprendi: passar um figurinha nos pelos.
    Valeu meus amigos
    Como dizem os pernambucanos: Bora pra frente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s