Lugares adoráveis por onde passamos, Grécia

Dia 28/10 navegamos até Trizonia, uma pequena cidade, bem próxima ao continente, que também oferece marina pública com o custo baixo de 7,00 Euros. Atracamos em 38°32.054’N / 21°4.941’E e descemos para conhecer a cidade. Além da Marina já com alguns barcos invernando e alguns de velejadores que moram a bordo, há vários restaurantes oferecendo comida típica grega, optamos por um deles, mas todos estavam bem movimentados. Além da marina a cidade recebe muitos turistas vindos do continente para passar o dia mais próximo da natureza… no pier vimos as embarcações que levam e trazem os turistas. No pier bastante lixo trazido pela correnteza, folhas, galhos, e os diversos plásticos que costumamos sempre ver. Aqui mesmo na marina há um naufrágio sinalizado por uma guia de contenção.
Na manhã seguinte (29) rumamos para Ástakos, onde já estivemos quando descemos para Atenas e agora queremos parar novamente. Apesar de estarmos em tempos de ocorrência dos terremotos, muito frequentes aqui na Grécia Ocidental, felizmente não sentimos nenhuma variação do mar, mas continuamos subindo em pernas curtas para nos mantermos abrigados. Dia 30 houve novo tremor e assim decidimos ficar aqui por mais dois dias em Ástakos, aqui atracamos no píer frontal da cidade em 38°31.917’N / 21°4.793’E, com totem de água e energia disponível e sem nenhum custo. 20181105_155757[1]Saímos para dar uma volta, passeamos vendo os barquinhos de pesca e passamos no posto de combustível e o atendente se prontificou a ir no píer abastecer… o Renato já foi no carro com ele, abasteceu, voltou com ele ao posto para pagar e o atendente trouxe o Renato até o barco… muito prestativo, incrível e sem cobrar nada além por isto!
Na manhã seguinte o Renato lavou o barco com água doce, pois estava com muito sal em todo o convés, das últimas velejadas e reencontramos o Iwavvns, que trabalha em um dos restaurantes e veio nos chamar. Fomos tomar um Ouzo, bebida típica de anis, e logo veio o Iwavvns trazendo um prato de favas e outro de purê de alho e ainda outro com peixes fritos… tudo isso de boas vindas… só mesmo aqui… você vai no restaurante e eles servem aperitivos sem cobrar kkk.  O Iwavvns se ofereceu para nos levar conhecer um ponto turístico. A ruína de um Castelo com fortaleza, usada para controlar o acesso a cidade lá do alto e assim combater o ataque dos turcos. O caminho é pela montanha onde só há cabras pastando e muito espinheiro…. chegamos nas ruínas e fomos surpreendidos com a bela vista de um vale verdejante, com plantio de cítricos e oliveiras, uma paisagem espetacular… de um lado a montanha inóspita, do outro lado o mar e aqui este lindo vale. Depois de apreciar a paisagem descemos pelo lado oposto, colhemos um maço de tomilho e saímos no cemitério, onde o Iwavvns nos mostrou os túmulos dos pais e de um irmão falecidos… pintou uma nostalgia, penso que ele esteja um pouco só.
A noite jantamos no restaurante e o convidamos para o café da manhã a bordo no dia seguinte… ele compareceu mas disse que os turcos não tem o hábito de comer logo pela manhã, tomam o café e depois um salgado típico daqui a venda tem todas as pekaras (panificadoras) e getalmente os vimos comendo e andando… Já nós tomamos um café reforçado pois almoçamos mais tarde, lá pelas 14 horas.
Nós adoramos a caminhada até as ruínas com o Iwavvns e ainda ver aquele vale belíssimo, que para nós foi uma surpresa… parecia que estávamos em outro lugar e não entre aquelas montanhas áridas e inóspitas.
No retorno encontramos uma senhora colhendo azeitonas… lona no chão e ela trabalhava a colheita galho por galho. Conversamos um pouco com ela e ganhamos grape fruit colhida do seu quintal… uma simpatia.
Como em nenhum outro lugar, nos sentimos acolhidos aqui, pessoas gentis e atenciosas, levaremos no ❤️.

Dias 691 a 694. Morando a bordo, Trizonia e Ástakos, Grécia 🇬🇷. Dias 28 a 31 de outubro de 2018

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #Svphareanagrecia🇬🇷. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Lugares adoráveis por onde passamos, Grécia

  1. Ana Lapa werner disse:

    Muiiiiito lindo , lugares acredito inesquecível pelo relato que fizeram, saudades❤️❤️

  2. Andrea disse:

    Parabéns. Deus abençoe vocês. Aproveitem essa viagem única e maravilhosa, sucesso e mta paz. Bjinho da tia Andrea.

  3. Elder disse:

    Coisa boa saber que ainda existe cordialidade e pessoas boas neste mundo tão conturbado…Continuem essa viagem fantástica que nos vamos de carona e aguardando sempre o próximo post….BV sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s