Dia 51 (11/08/16) Prainha Cantagalo

Quinta (11/08/16), após o café fomos para a prainha andar com a Bella, nos exercitar com uma corrida e aproveitar o sol, pois aqui já levantamos de biquíni, quase todos os dias. Logo depois chegou um bote com a Paula, que viemos a conhecer, do veleiro Desiderata. A tarde acabei a função das roupas, fiquei pescando um pouco e depois assistindo mais um pouco as Olimpíadas. Tomamos banho de água doce na prainha e o Renato foi até o Desiderata, convidá-los para um happy our. Os recebemos a bordo e conhecemos um casal jovem e super animado, com muita energia para a vida a bordo. O Thomás e a Paula, ele publicitário e ela obstetra. Tivemos uma noite de ótima conversa e trocamos algumas dicas de cozinha. Eles também começaram morar a bordo este ano e como ainda não tinham muita experiência com vela, estão praticando bastante nas águas de Paraty e Ilha Grande.

Vista de Paraty PR

Vista de Paraty PR

Vista Ilha da Bexiga

Vista Ilha da Bexiga

 

 

 

 

 

O Renato lembrou o poema Desiderata, intenso e verdadeiro, do latim “coisas desejadas”, é um poema que foi encontrado num livro da igreja de Saint Paul, em Baltimore, nos EUA.

Vá placidamente por entre o barulho e a pressa e lembre-se da paz que pode haver no silêncio.
Tanto quanto possível, sem sacrificar seus princípios, conviva bem com todas as pessoas.
Diga a sua verdade calma e claramente e ouça os outros, mesmo os estúpidos e ignorantes, pois eles também têm sua história. Evite as pessoas vulgares e agressivas, elas são um tormento para o espírito.
Se você se comparar aos outros, pode tornar-se vaidoso ou amargo, porque sempre existirão pessoas superiores e inferiores a você.
Usufrua suas conquistas, assim como seus planos. Manter-se interessado em sua própria carreira, mesmo que humilde, é um bem verdadeiro na sorte incerta dos tempos.
Tenha cautela em seus negócios, pois o mundo é cheio de artifícios, mas não deixe isso te cegar à virtude que existe. Muitos lutam por ideais nobres e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.
Seja você mesmo. Sobretudo, não finja afeições.
Não seja cínico sobre o amor, porque, apesar de toda aridez e desencantamento, ele é tão perene quanto a relva.
Aceite gentilmente o conselho dos anos, renunciando com benevolência às coisas da juventude.
Alimente a força do espírito para ter proteção em um súbito infortúnio. Mas não se torture com temores imaginários. Muitos medos nascem da solidão e do cansaço.
Adote uma disciplina sadia, mas não seja exigente demais. Seja gentil consigo mesmo.
Você é filho do Universo, assim como as árvores e as estrelas
Você é filho do Universo, assim como as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui.
E mesmo que não lhe pareça claro, o Universo, com certeza, está evoluindo como deveria.
Portanto, esteja em paz com Deus, não importa como você O conceba.
E, quaisquer que sejam as suas lutas e aspirações no ruidoso tumulto da vida, mantenha a paz em sua alma.
Apesar de todas as falsidades, maldades e sonhos desfeitos, este ainda é um belo mundo. Alegre-se. Empenhe-se em ser feliz!

Namastê 🙏🏼

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares e dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em Skipper 30. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s