Há 8 meses na Tunísia 🇹🇳, Norte da África

Quando estávamos na Europa seguíamos o estabelecido no chamado “espaço Shengen”, ou seja, trânsito livre entre os países da União Européia sendo que em cada 6 meses é possível ficar 3 meses dentro deste espaço. Aqui na Tunísia podemos ficar 3 meses e tem a facilidade de ir estendendo este prazo de estadia através da compra de selos.
Nossos primeiros 3 meses venceram em 22 de fevereiro e o Renato providenciou a compra de selos por mais 2 meses, o tempo que tínhamos contratado na Marina para passar o inverno.
Porém em março começou lockdown e ficamos aqui aguardando o avanço e os desdobramentos sobre o Corona Vírus, já que a entrada nos outros países do Mediterrâneo estava fechada.
A Tunísia encerrou o lockdown em 27 de junho e novamente precisávamos estender nosso visto, pois já havia transcorrido o tempo de validade dos mesmos. Com isto para resolver fomos surpreendidos com o convite de um casal de amigos Canadenses, Caroline e Dany, para sairmos junto com eles para zerar nosso tempo na Tunísia. Depois de três horas e meia aguardando a liberação para a saída do barco soltamos as amarras do Zebulon, um Dufour 44 con bandeira Canadense, onde eles moram a bordo. Seguimos cerca de trinta milhas, rumo à ilha italiana de Lampedusa e chegamos às águas internacionais, demos um bordo e retornamos para Kuriat, pequena ilha com um farol e um navio encalhado que compõem o visual e fica a mais ou menos 08 milhas da marina de Monastir, onde estamos. Velejamos durante todo o percurso de ida, vento entre 7 e 15 knots, com velocidade média em torno de 7 knots. Há muito tempo não velejávamos e tivemos um dia maravilhoso. O dia foi também muito especial pois comemoramos aniversário do Capitão Dany e a Caroline preparou um jantar caprichado. Pernoitamos ancorados em Kuriat e cedinho ouvi um barulho e era o Renato que acordou e foi ver o nascer do sol no cockpit o que há muito tempo não fazia, já que estamos na Marina. Levantamos, o dia estava ensolarado e o mar super limpo… Dava para acompanhar o balanço do seagrass no fundo do mar e a âncora estava visível, pois a água estava realmente transparente.
Fomos todos para a água aproveitar aquele presente da natureza para nós! Mais tarde retornamos para a Marina e demos entrada novamente e assim conseguimos zerar nosso tempo passado e iniciar a nova contagem.

Fim de semana muito bacana na companhia dos amigos super queridos! Não imaginávamos passar tanto tempo aqui na África, mas realmente foi uma surpresa maravilhosa e culturalmente muito interessante. Só a agradecer. Namastê 🙏🏻

Dia 1.568 morando a bordo. 09 de julho de 2020. Monastir, Tunísia 🇹🇳, Norte da África.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #SvPhareanaTunísia🇹🇳. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Há 8 meses na Tunísia 🇹🇳, Norte da África

  1. Vitor Pereira disse:

    Que relato lindo Caci…. Que vontade de estar compartilhando esses momentos com vcs! Tudo vai passar ……

  2. Rute Pestana disse:

    Que lindo amigos ! Bons ventos sempre

  3. Flavio disse:

    Ficou ótima o post com fotos etc.
    Que mais dias assim encalhem no dia a dia de voces.
    Beijos

  4. Marcos Fiorio Gama Lobo disse:

    Muito dez seu post, agradeço a gentileza de compartilhar, pois é um aventura que desejaria muito realizar, abçs p vcs e bons ventos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s