AlĂ©m das especiarias, o valoroso mel da Turquia đź‡ąđź‡·

Mais uma previsão de ventos fortes e seguimos com os amigos do Imagine 2 para uma nova ancoragem, próxima da marina onde levantamos o barco para fazer as manutenções. É uma pequena Baía, onde outros amigos já estiveram e nos falaram que é bem abrigada do vento sul, levantamos ancora logo cedo e fomos até a Marina fazer nosso Pump out e abastecer de combustível e água e depois rumamos para a ancoragem há 2,4 milhas e ancoramos prendendo também o barco na popa.

Logo chegou o Imagine 2 e depois o Tartuga e ao final estávamos em oito barcos ancorados e presos de popa. Na baia ao lado onde passeamos com o bote também havia mais oito barcos. Com certeza todos eles saíram da baia em frente a cidade e como nós, vieram se proteger aqui. Todos super preparados para o vento previsto, mas felizmente desta vez ele acabou perdendo força no caminho e não chegou.

Aproveitamos os fins de tarde para fazer happy hour com os amigos e diariamente nós íamos até a pequena praia em nossa popa para caminhar com a Bella. Identificamos muitos rastros de animais, que pareciam ser de javali e também acordávamos todos os dias com o canto dos pássaros, algo maravilhoso.

Andando pela praia vimos vários pĂ©s de Louro Cravo, uma especiaria bem comum no Brasil e muito usada na Itália e em todos os paĂ­ses europeus que passamos. Pedi ao Renato para colhermos alguns galhos, pois já havia procurado na feira e nĂŁo havia encontrado. Assim trouxemos os galhos, eu lavei e depois costurei folha por folha para pendurar para secar… Isso trouxe muitas recordações tambĂ©m de minha infância, sou descendente de italianos e o louro sempre foi muito usado em várias receitas e tambĂ©m como chá, tendo inĂşmeros benefĂ­cios. Creio que por um longo tempo nĂŁo precisarei mais comprar.

Um dia antes do vento previsto um veleiro tentou várias vezes ancorar em nosso bombordo e o Renato foi ajudá-los com as linhas de popa, era um casal turco com mais idade. Depois de ancorados, o homem veio até nosso barco e nos trouxe um pedaço de mel puro, ainda nos favos, é esse tipo de pessoas que encontramos na vida no mar.

O mel é muito valorizado na Turquia, existem muitas e boas lojas de mel e derivados, uma das variedades encontradas aqui é o mel de pinheiro, produzido através da transferencia das abelhas para os pinhais, na Costa do Mar Egeu do país, onde elas recolhem o resíduo do melaço deixado por um inseto que vive apenas na seiva de alguns tipos de pinheiro e com isso fazem a produção desse mel que é mais escuro daquele que normalmente utilizamos no Brasil.

Há tambĂ©m o mel Centauri, um dos mais caros do mundo chegando a custar de 7.500 a 175.000 euros por kilo, que Ă© colhido numa gruta a mais de 2.500 metros acima do nĂ­vel do mar – longe de humanos ou de outras colĂłnias de abelhas. O nĂ©ctar Ă© bastante diferente do mel convencional pois Ă© escavado, tem um tom escuro, um sabor amargo e tem uso medicinal.

Realmente os turcos são grande produtores e apreciadores de mel. Ele tem sido usado como remédio na Turquia há pelo menos 10.000 anos. Os produtos apícolas foram explorados continuamente desde o sétimo milênio a.C. Pinturas de parede e outros motivos de abelhas e mel encontrados em Catalhöyük na Turquia datam de 8.000-7.000 a.C., enquanto moedas encontradas em Éfeso e a menção de mel nas obras clássicas de Homero apontam para a importância do produto ao longo da história do que agora é chamado de Turquia. Um ponto que atinge negativamente a produção do mel são as queimadas, que normalmente atingem a costa Sul e Oeste do país, onde há muitos apiários.

Na Pharea usamos mel diariamente para adoçar nosso “shot” matinal: água quente, limĂŁo e mel, para nos dar mais energia e aumentar nossa imunidade.

NamastĂŞ!

15 de março de 2023. Morando a bordo do veleiro SV Pharea em Marmaris, Turquia. 🇹🇷

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #Svphareanaturquia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um Ă­cone para log in:

Logo do WordPress.com

VocĂŞ está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

VocĂŞ está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

VocĂŞ está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s