Velejando e explorando novos lugares na Turquia ðŸ‡¹ðŸ‡·

A Turquia continua nos surpreendendo positivamente, sendo muito mais do que esperávamos.
Quer pelas condições climáticas, ou por sua costa extremamente recortada proporcionando ancoragens incríveis e seguras e ainda por sua riqueza cultural e culinária.
A região que estamos agora é muito antiga e já foi ocupada pelo Império Persa, Grécia Antiga, depois foi controlada pela Roma Antiga, Império Bizantino, Império Seljúcida e finalmente pelo Império Otomano.
Todas essas ocupações deixaram suas marcas e muitas delas ainda podem ser vistas no “Caminho da Lícia”, usado pelos Lícios e suas mulas no transporte de cargas. São mais de 500 quilômetros de trilhas para caminhada contornando a costa desde Fethiye até Antalia (mapa), havendo casas e pousadas para a acolhida daqueles que se dispõem a percorrer o caminho ou alguns de seus trechos.
Entre muitas ruínas ainda encontradas por aqui, destacam-se os túmulos escavados na rocha em paredes de penhascos e os sarcófagos espalhados pelas montanhas e cidades testemunhando a existência do povo Lício que são conhecidos por seus hábitos funerários únicos, havendo sarcófagos de 2.500 anos nas ruas de Fethiye e maravilhosos túmulos de pedra nos penhascos no entorno da cidade.

Estamos conhecendo a região de Kekova, uma baía muito abrigada e protegida dos ventos. Fizemos um pedaço da trilha dos Lícios e conhecemos Aperlai, onde encontramos inúmeros sarcófagos espalhados pela montanha, cisternas esculpidas na rocha, ruínas de casas e estábulos e um visual incrível para se apreciar.
No caminho encontramos algumas pessoas que já estavam fazendo o caminho havia alguns dias e tinham saído de Fethyie.
Ancoramos próximos de uma pequena vila que tem cerca de 100 habitantes durante o inverno, porém no verão esse número se multiplica e há muitos turistas que chegam de carro ou em vans para fazer passeios de barco pela região. Também há vários restaurantes, pousadas e mercados pequenos.
Numa das noites de ancoragem vimos um veleiro de charter garrar e passear no entorno da baía, até que seus tripulantes, aparentemente um pouco perdidos, conseguiram ancorar o barco novamente. Não era questão de vento forte, provavelmente a âncora não unhou no fundo.
Passeamos de dingue pela baía e chegamos até outra vila que tem um castelo na montanha e mais além em Simena, vimos um dos famosos sarcófagos na beira do mar.
A região toda é bonita, tudo simples, mas com muitos lugares para ir de dingue, muitas ancoragens e muitas trilhas interessantes.

Adoramos visitar esta região e compartilhamos da hospitalidade turca, quando ao passarmos numa pousada, as mulheres usando seus lenços coloridos cobrindo os cabelos, faziam pão turco no lado de fora, e gentilmente nos ofereceram um pão quentinho para comer ali na hora, na rua. Depois que peguei o pão, o Renato foi pagar e não aceitaram, era simplesmente para dividir com o próximo.
Esse ato nos encantou. Nunca nos viram antes, provavelmente não nos veriam depois, mas mesmo assim ofereceram o que estavam fazendo de melhor! Todo o nosso respeito por estas pessoas. Namastê 🙏🏼

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #Svphareanaturquia. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Velejando e explorando novos lugares na Turquia ðŸ‡¹ðŸ‡·

  1. Euclesio Manoel Finatti disse:

    Fiquei uma semana em Instanbul, em 2018. Achei fantástico o povo, a grandiosidade da cidade a questão super legal de estar na Europa e na Ásia ao mesmo tempo. Mas não tive a oportunidade de conhecer estes belos lugares que vocês exploram. Obrigado por compartilhar sempre estas suas experiências.
    Abraço, diivirtam-se e boa estadia.

    Euclesio

    Curtir

  2. Mario Sérgio Sedrez disse:

    Lindo e maravilhosa passagem pela Turquia, realmente este País tem muita história e que histórias apaixonantes dos lugares é suas gentes. Temos o hábito de fazer pão em casa, e é muito gostoso quando oferecemos e a pessoa pega e fica feliz, nem por isso deixamos de comparar pães, e quando passamos por uma padaria queremos ver se há novidades. Parabéns pelos textos e fotos. Que Deus continue abençoando vossa viagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s