Novamente no Canal de Corinto, Grécia ðŸ’™ðŸ‡¬ðŸ‡·

Amanheceu dia 27/10/18 e não tínhamos novas notícias sobre o terremoto, assim o Comandante decidiu retomar nosso rumo, estávamos há poucas milhas do Canal de Corinto, obra inusitada e surpreendente, iniciada em 1881 e concluída 12 anos depois. No ano 67 o Imperador Nero foi o primeiro visionário da obra… abrir um canal na montanha rochosa, com 21 m de largura, 6 m de profundidade e 6,3 km de comprimento… está via marítima liga as águas do Golfo do Corinto com as do Golfo Sarônico.

A grande sacada do canal é evitar o contorno de 400 km. O custo pela passagem é salgado, 194,00 Euros…. mas vale a pena economizar os 400 km do outro caminho. Passando o Corinto entramos no grande canal de Patras com cadeias de montanhas dos dois lados. Aqui venta muito e há inúmeras torres eólicas no topo delas espalhadas ao longo do caminho. O Renato dividiu as pernas priorizando velejarmos pela manhã e pernoitando no caminho. Já passamos por aqui com vento e mar alto e não foi muito agradável.
Nossa ancoragem foi na cidade de Káitos, marina pública sem nenhum custo com piers enormes… essa infraestrutura náutica nos chama muito a atenção… quantas vezes colocamos o pé na lama no litoral do Brasil para descer em algum lugar… a resposta é: muitas vezes 😡.
Nos arrumamos e descemos para dar uma volta na beira mar, sábado à tarde a cidade está pouco movimentada, almoçamos num restaurante em frente ao pier, descansamos bastante e nos preparamos para a próxima jornada.
Neste retorno estamos conhecendo novas ancoragens e também revendo lugares onde já estivemos. Dá para sentir bem o menor número de pessoas pelas ruas e restaurantes na beira do mar… além do que, se chegar na cidade entre 14:30 h e 17:00 h o comércio local está fechado para a “siesta”. Também reduziu muito o número de embarcações nas Marinas públicas. Realmente aqui os velejadores “invernam” seus barcos e só vão usá-los no próximo verão. Namastê 🙏🏼

Dia 690. Morando a bordo, Canal de Corinto e Káitos, Grécia 🇬🇷. Dia 27 de outubro de 2018

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #Svphareanagrecia🇬🇷. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s