Avançamos mais de 500 milhas náuticas, chegada em Montenegro 🇲🇪

Dia 14/06 as 7 horas levantamos ancora e rumamos para Cavtat, Porto de saída. Ancoramos no pier central junto a enormes iates. Ancora na proa e dois cabos laterais na popa. A imigração só abre as 8 horas então ficamos aguardando.

O Renato desceu para encaminhar a documentação e eu e a Bella ficamos cuidando da ancoragem, dando avante sempre que a defensas de popa batia no pier.
Vi mais um navegador esperando e outro passou pelo barco com uma pastinha com os documentos. Ontem vimos dois barcos chegando de Montenegro, estavam com a bandeira Quebec (amarela) de quarentena. A mesma que içaremos hoje para dar entrada em Montenegro.

Em pouco tempo o Renato retornou, ancoramos novamente na vaga da bandeira amarela, pois estava ocupada quando chegamos para finalizar os documentos de entrada.

A logística foi a seguinte:
1. Apresentar certificado de propriedade e Preencher lista de tripulação na capitania dos portos (Harbour master),
2. Apresentação da lista de tripulação e passaportes na polícia, alfândega.

Nossa ideia inicial era dar entrada em Tivat, na Marina Porto Montenegro, nas na capitania dos portos, em Cavtat, o Renato encontrou dois suíços que deram a dica de dar a entrada em Zelenica, um porto menor, mas muito mais agilizado e rápido para esta parte burocrática.
Tudo resolvido, marcamos o rumo para Montenegro 🇲🇪, nosso próximo destino. Pegamos chuva no caminho, vento contra e chegamos em Zelenica para os procedimentos de entrada no país.

O Renato desceu e fez os procedimentos, que realmente foram muito rápidos.

Pagamos a “Vinheta” (autorização para navegar) para três meses, 160 Euros, pois é mais barato que ficar pagando por 30, depois mais 30…..soltamos as amarras do pier e rumamos para Tivat, na mesma baía, onde nos encontramos com a Thaís e o Belo do SAW.

Ancoramos próximos a Marina onde estão e a tardinha fomos fazer um happy hour com eles. O brinde foi pela compra dos barcos (eles compraram em Montenegro) e pelos novos mares que nos esperam. O veleiro deles é um Jenneau 42 de casco azul, bem bacana!
No dia seguinte fomos para Porto Montenegro, a Thaís nos ciceroneou, passamos pela parte mais pobre da cidade até chegarmos a uma bela beira mar, com uma grande marina, muitos iates e toda a infraestrutura necessária, belos prédios, hotéis, restaurantes e áreas de circulação bem cuidadas. No caminho pudemos sentir que aquele ótimo lugar é acessado praticamente por turistas e não pela população daqui, pois há muita desigualdade de renda aqui… que nos lembra o Brasil.
E assim passamos vários dias nesta ancoragem, descansando do período da travessia da costa da Croácia. Saímos de lá em 19 de maio e chegamos em Montenegro 🇲🇪 26 dias depois, com mais de 500 milhas náuticas navegadas. A travessia foi tranquila, regada a belas paisagens e enseadas abrigadas. Aqui em Montenegro 🇲🇪 acreditamos que não será diferente e teremos muito tempo de ancoragem por aqui.
Nossa chegada foi ótima, muito bom encontrar rostos conhecidos para compartilhar um pouco das histórias de viagem.
Lendo sobre o novo país que estamos, Montenegro 🇲🇪 até três décadas atrás, fazia parte da Iugoslávia, que após inúmeros  conflitos civis e religiosos, se desmembrou, aos poucos, entre 7 pequenos países na região dos Bálcãs: Bósnia e Herzegovina, Croácia, Macedônia, Servia, Eslovênia, Montenegro, e Kosovo, esse último ainda parcialmente reconhecido como independente da Sérvia.
O pequeno Estado balcânico de Montenegro 🇲🇪, com área de 13.800 km2, tornou-se em 28/06/2006, o 192º país-membro da ONU, menos de um mês depois de ter proclamado sua independência.

Desde então, o país teve grandes mudanças, a construção de hotéis, villas e apartamentos em zonas como Kotor, Bar ou Budva (cidades que vamos visitar) ouve um crescimento do turismo, tornando-se uma fonte econômica importante para o país, acompanhada por outros setores como a agricultura, pecuária, pesca e indústria. Montenegro 🇲🇪 é candidato a país membro da União Européia (EU), não possui moeda própria e usa o Euro desde 2002, antes era o Marco Alemão a moeda utilizada em todas as transações e nas operações bancárias desde 1996. Montenegro 🇲🇪 tem inúmeras cidades medievais e vamos conhecê-las sem pressa curtindo os lugares e as belas paisagens daqui. Namastê 🙏🏼

Dias 554 a 561, velejando em Montenegro, morando a bordo da Pharea. De 14 a 21 de junho de 2018.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares e dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #svphareaemmontenegro🇲🇪. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Avançamos mais de 500 milhas náuticas, chegada em Montenegro 🇲🇪

  1. Eliane Andrade disse:

    Viajando com vcs sempre….bjus aos três….

  2. edilsa disse:

    É muito legal acompanhar a jornada de vocês e aí mesmo tempo aprendendo a evolução da história dos povos da região.
    As paisagens são lindas, a arquitetura totalmente diferente…uma maravilha acompanhá-los….
    Bons ventos….

  3. Vera Rodrigues disse:

    Show, show, show!!!! Muito feliz por vocês e na torcida por bons ventos sempre. ⛵⛵💨

  4. Ricardo José Bastos disse:

    show, estamos nutrindo o sonho de comprar um veleiro na Croácia, por isso estamos acompanhando passo a passo a saga de vocês, do Beto e Thais,e do Luiz Miguel veleiro Kadima.
    Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s