Ilha de Hvar, a mais badalada da Croácia 🇭🇷

Segunda-feira (04 de junho), mês que abre a temporada de verão aqui, zarpamos de Luka Vinisce para a Ilha de Hvar, que em latim significa Pharus (farol) que por sua vez inspirou o nome de nossa embarcação, a Pharea.
Passamos por Trogir e entramos para ver mais uma bela cidade histórica com suas igrejas, aliás aqui não igrejas, se destacam de longe por suas torres e aqui a maior parte da população é católica.
  
Seguimos em direção a Ilha de Hvar, bem comprida e abriga várias enseadas e cidades com muita história desde os tempos em que era ocupada pelos gregos. Na Ilha há cultivo de lavanda, vinho e azeitonas e o ferry boat Jadroljnia leva pessoas, carros e cargas de um lado ao outro em vários pontos da Ilha.
Foi uma longa velejada de 6 horas, com vento contra e consultamos o aplicativo Navionics e o guia da Costa da Croácia, achamos uma pequena enseada onde ancoramos e lá passamos a noite sozinhos.
Na terça saímos em busca de local para abastecimento do barco e chegamos até as cidades de Jelsa e Vrbosca. Duas pequenas cidades bem próximas, com belas igrejas e fortalezas, com um centrinho com calçadas e restaurantes para receber turistas e também um camping para motorhomes que, como vimos nas outros campings que passamos, era área de nudismo.
Nos impressiona a organização e limpeza das cidades nas ilhas. As casas são todas pintadas de cores claras, telhados impecáveis marrons, lixeiras por toda a parte e praticamente nada de poluição visual ou de lojinhas por todos os lados. O que atrai os turistas é a história local e seus monumentos, igrejas e ruínas e a beleza natural de um litoral envolto em rochas e árvores coníferas, desde o sopé da montanha até a beira do mar. Uma paisagem bastante diferente para o nosso tropicalismo.
Na ancoragem haviam uns barcos de bandeira alemã e vários outros de charter, que chegaram e saíram ao longo do dia. A água bem transparente chama para um mergulho e com snorkel consegui ver um pouco de vida no mar, o que difere muito é a reduzida quantidade de peixes e sua coloração que é basicamente clara, tal qual a areia, ainda não vimos peixes coloridos, com cores fortes por aqui…. mas a costa como um todo reúne lugares únicos e não paramos de fotografar o tempo todo, tentando guardar um pouquinho da Croácia junto de nós.
Na quarta cedo percebemos que a Bella não estava bem, estava febril e não havia comido… ficamos preocupados, administramos uma dose de ….. e fiz compressas de água fria em toda ela, demorou um pouco mas a febre baixou e ela passou o dia todo indisposta e só a noite melhorou e voltou a ser a alegria em pessoa…. como dissemos dela 😀.
Levantamos ancora e fomos para Vrbosca abastecer e ainda na Ilha de Havar, nos dirigimos para a terceira ancoragem, buscamos mais de um lugar para ficarmos abrigados do vento que entrava e ancoramos no kamp Mlaska, um daqueles locais destinados ao turismo com motohomes e a praia é de nudismo. Ficamos novamente sós na ancoragem. Percebemos que aqui as embarcações pernoitam nas marinas e portos, exceto os cruzeiristas, que até agora identificamos mais barcos de bandeira alemã, mas em função de que não há praias com areia em muitas ancoragens, as pessoas acabam não se conhecendo por falta de oportunidade, cada um fica no seu barco, entra na água, faz as refeições…. já estamos sentindo falta daquele convívio tão caloroso que tínhamos com os amigos velejadores no Brasil.  Mergulhamos e vimos lguns bons cardumes de peixes, muitos pepinos do mar e também uma lesma do mar… bem grande… fiquei eufórica pois até agora e como já tínhamos ouvido falar, não há muita vida marinha aqui. Também já colocamos a capa na churrasqueira pois não conseguimos identificar a forma dos cortes de carne daqui e as tentativas de um churrasco a bordo não foram muito exitosas… mas a Croácia é muito mais e nos satisfazemos com suas belas paisagens de montanhas, imensos pinheirais, plantação de oliveiras e muitas frutas. E assim foram nossas três ancoragens em Hvar, mas ainda ficou muito para conhecer na próxima vinda para cá. Namastê 🙏🏼

Dias 544 a 547, velejando na Croácia, morando a bordo da Pharea. De 04 a 07 de junho de 2018.

Sobre Sailing Vessel Pharea

Eu, meu marido Renato Teixeira e a Bella, nossa Yorkshire, moramos a bordo e estamos conhecendo muitos lugares e dando volta ao mundo em um veleiro. Namastê 🙏🏼
Esse post foi publicado em #svphareanacroacia🇭🇷 e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ilha de Hvar, a mais badalada da Croácia 🇭🇷

  1. Muito legal! Nós aqui no Brasil também sentimos muita falta do casal! abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s